Dress Code for First Day at Work

It’s a hard decision to choose what we should wear on our first day at work.  It’s always safer to go “up” on the dress scale than down.

You will look nicer if you arrive wearing a blazer and everyone in the office is wearing long sleeve shirts than the opposite. For the girls, it’s better if you go in a classic style and change accordingly later.

To give you guys an example, I am going to show my experience. I just finished a course in Digital Communication at SFU and I started my Practicum.  Like everyone else, I was thinking: What should I wear?

So… going on the “upper” scale as I said before, I was like this:

First day at work:

Vuitton Bag

Dress code on my first day at work

Dressing code on my First day at work:  Fancy Vuitton bag + Fancy black varnish high heel shoes + Super fancy watch

On the second day, as I would need my laptop, I carried a larger bag. As you can notice the dress code changed a little, the moccasins replaced the  high heels and the “fancy watch” replaced the “super fancy watch”.

Day 2:

Vuitton Bag, moccasins, Rolex

Dress code on my second day of work

And… the best day of all:  the way I went to work today!

Dress code for 3rd day at work and from now on:

Salomon Tennis shoes, Polar watch, home made food

Salomon Tennis shoes, Polar watch, home made food

I noticed I can go wearing jeans, tennis shoes are fine, my Polar watch is perfect for the occasion and… I don’t need to buy food because I can take it from home! Isn’t it cool?

Before wearing jeans and tennis to work, I suggest you do as I did: Go “more” and from there you move to “less”.  This is much better than moving into the opposite direction!

Do you have any tips to share about “what to wear” on the first day of Internship or work? Please feel free to comment! 🙂

Advertisements

About CeciliArchitect

World Traveler ~ Photographer ~ Social Media Specialist ~ Tourism Vancouver Certified Specialist ~ Independent Tour Manager and Events Coordinator ~ Blogger ~ Architect & Interior Designer (in my previous life)
This entry was posted in Blog and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

22 Responses to Dress Code for First Day at Work

  1. David says:

    You are right, dress up on first day and then see how your peers dress ……then you will pretty much know what to dress next day!!

    Normally I would ask the dress code to the manager before I go though. I don’t want to dress too formal which would make me feel little awkward if all others are using jeans and flip-flop for example!! 🙂

    Take care.
    David

    Like

    • Thanks for the comment David! Yep, you are totally right! I forgot to add on my post how friendly and relaxed the Canadians are. I guess only in Brazil people pay more attention on the clothes of other people than in their character… In Europe is the same as here: If you are dressed and you are not feeling cold, you are good. Doesn’t matter if the belt is not the same color of the shoes…. 🙂 Brazil has lots to learn, in many social aspects! 🙂

      Like

  2. Alline says:

    Porque aqui no Canadá as pessoas simplesmente vivem cada um sua respectiva vida. Ta certo que pra trabalhar dependendo do lugar é necessário se vestir mais fancy mas até o fancy deles é mais desleixado que o nosso.

    Like

    • Concordo totalmente! Nos Estados Unidos é a mesma coisa! Eu frequentava uma academia “toda chic” em Washington D.C. e voce precisava ver a simpatia e as roupas de ginástica super simples que as pessoas usavam, tipo t-shirt bem surradinha, rasgadinha e tal… Quando eu morava no Rio e frequentava a Estação do Corpo era um verdadeiro “desfile” de malhas e afins com todo mundo reparando tudo! Fora o preço… em D.C. eu pagava 49 dólares por mês. No Rio, só para parar o carro lá dentro me custava mais que isso. #ladrões
      Obrigada pela visita! 🙂

      Like

  3. Thiago says:

    Great to see that you’re working already, Cecilia, way to go!
    I have a question: my husband is 54 (in fact he’ll be 55 soon). Do you think more mature people have difficulty to find work in Canada? Here in Brazil he has just retired and, so far, no work for him. 😦

    Like

    • Hi!
      Unfortunately I can’t have an answer to your question. If he has already retired maybe you can use that income to live here? I guess it will all depends on the kind of work he does, etc. In fact I guess age is more “problematic” in Brazil than in Europe and North America. Good luck and thanks for visiting! 🙂

      Like

    • David says:

      My 2 cents…if yo don’t mind..

      Here we don’t care much about the age, but we do care a lot about the work experience and the fluency in English. Other factors would be whether his skills are on demand in here or not…In IT for example, I often see new guys joining the company with 60 over years old…

      Please note that, on resume, we do not put any reference to our age, and on the job interview, the interviewer should never ask your age (no discrimination).

      Regards,
      David

      Like

      • Thanks David for your contribution to my Blog! I really appreciate that and I guess all Brazilians who are dreaming to come here will appreciate it as well!
        It’s super important for people who are still living in Brazil to get a real updated image how is the real life in Canada! Thanks a million! 🙂

        Like

      • Thiago says:

        Thank you Cecilia and David for your reply.
        I knew about that details with the resume, but I didn’t know what it actually happened when it comes to the interview.
        Let’s hope for the best!

        Like

      • Hi Thiago,

        Thanks for your visit! It’s wonderful we have David around helping others who want to come to paradise…. OOPS….. CANADA!!! 🙂

        See if you like my article about the Canadian rockies! 🙂

        Like

  4. Good morning, Cecília! Escrevo para dizer que estou lendo TODOS os seus posts, a partir do blog Dupla Canadense. Estou adorando.
    Pretendo morar no Canadá por pelo menos 6 meses. Se eu conseguir, para o resto da vida! =P
    Eu e meu noivo ainda não sabemos qual a melhor maneira para conseguirmos o visto (não sabemos se seria melhor ir estudando, trabalhando ou os dois juntos), a única coisa de que temos certeza é de que o Brasil, infelizmente, está todo errado.
    Morei na região de Cape Cod – Mass – USA, você deve conhecer, e sei que a vida em North America é muito mais justa.
    Parabéns pelo blog!
    Agora quero continuar lendo, pois quero saber como foi quando conseguiram o visto! =P

    Beijo!

    Adriana Pereira

    Like

    • Oi Adriana!
      Caraca…. levei o maior susto aqui! Adriana Pereira é o nome da minha assistente mais “antenada” com a minha chatura e agora li “eu e meu noivo” e quase surtei porque ela é casada há anos! KKK Cheguei a pensar que ela tinha trocado de marido! rsrsrs
      Sim, conheço Cape Code (AMEI!) e qualquer hora dessas vou colocar o post sobre esse maravilhoso lugar aqui na seção “travel” do blog!
      Que bom que voce está gostando dos posts no blog velho e passou a acompanhar o blog novo! Se precisar de alguma informação me avise que se eu souber eu respondo, senão peço ajuda aos leitores que são Canadenses ou brasileiros já vivendo aqui há mais tempo!
      Vem sim, a vida aqui é OUTRA coisa. Não dá para comparar, não dá para mensurar, não dá para…. enfim. É OUTRA visa, infinitamente melhor que a vida no Brasil.

      Voces estão na idade certa, pois ainda têm menos “compromissos” assumidos. Sem filhos ainda, a vida será MUITO mais fácil!

      BOA sorte e até BREVE! 🙂

      Like

  5. Thaisa-Rio says:

    Oi, Cecília!
    Adorei a versatilidade, muito bacana o fato da pessoa poder se vestir para trabalhar da maneira que lhe seja mais confortável. Dizem q é muito comum levar a própria comida para o trabalho.

    Uma ótima semana e muito sucesso para vc.

    Bjos

    Like

    • Oi Thaisa!
      Obrigada pela visita!
      Sim, é verdade! Aqui TODO MUNDO leva comida de casa para o trabalho! A coisa mais comum são executivos com ternos caríssimos e moças super bem vestidas (cada vestido liiiindo!) e TODOS levam uma bolsinha na mão com a “marmita” (do tipo da minha bolsinha roxa na terceira foto). Pra que as pessoas vão gastar dinheiro a toa e comer coisas que não fazem tão bem para a saúde quanto as que vc mesmo preparou? Pois é……. Agora vai andar com bolsinha de comida a tira-colo em Ipanema e vê se suas “amigas” não vão achar que vc está FALIDA? KKKK
      Totalmente primeiro-mundo a vida aqui! #ADORO

      Like

      • Thaisa-Rio says:

        Cecília, adoro ler seus post e ver sua empolgação, contentamento e gratidão com essa nova fase de vida. Torço muito para vcs brasileiros q viven no exterior e também para q aqui nesse triste país as coisas um dia mudem.
        Seus post me trazem alegria, esperança e a confirmação q esse sim outra forma de viver e tb q há lugares, com esse lindo Canada, q é possível ter qualidade de vida e ser respeitada como cidadã e ser humano. Obrigada por compartilhar sempre, ler o blog me faz imenso bem.

        boa semana

        bj
        Ah, fiquei super curiosa sobre os vestidos lindoooos, sou louca por vestidos

        beijoooo

        Like

      • Olá Thaisa

        Obrigada pela visita! Daqui a pouco vocês também estarão aqui em terras canadenses. Não sei se serve de consolo, mas realmente, enquanto estamos ai esperando o processo parece que o tempo não anda. Cada semana parece uma eternidade. É assim mesmo, você pode conferir essa opinião em vários outros blogs. Em compensação… depois que você chega aqui o tempo VOA!!! Vai entender, não é?!?!
        Qualquer hora dessas vou fazer um post sobre os modelitos que circulam aqui em Vancouver, mas a maoioria das pessoas se veste beeeeeem a vontade, o que eu acho ótimo!

        Espero que curta meu artigo sobre as Canadian Rockies, um programa imperdível que fizemos há alguns anos atrás e que agora estou com tempo (e inspiração) para publicar!

        Bjs e ótima semana para vcs!

        Take Care!

        Like

      • Thiago says:

        Ouvi dizer q eles não tem o hábito d escovar os dentes logo depois do almoço, procede, Cecilia?

        Like

      • PIOR que isso é verdade! pelo menos os que eu conheço…. NINGUÉM escova os dentes! ai ai ai

        Imagina que eu fiz um curso com 4 meeses de duração na SFU que era horário integral. Claro que eu levava minha pasta e escova para usar após o almoço. Um dia eu estava no banheiro com uma amiga também brasileira e uma menina ficou olhando muito espantada para a escovação de dentes reinante e perguntou se aquilo era assim uma espécie de…. RELIGIÃO!!! KKKK Você acredita?
        Nós explicamos, com o maior jeito possível, que era uma questão de hábito de higiene, blah blah blah. Não sei se a moça ficou convencida e se vai passar a escovar os dentes após o almoço…. Espero que sim! 🙂

        Mas… não são só os canadenses não. Os orientais também não escovam. Segundo me falaram, eles acham que isso é uma coisa “muito pessoal” para ser feita em público!

        Na verdade, vejo muitas pessoas com os dentes mal tratados. Claro, não é a maioria mas aqui não vemos aquele “sorriso Colgate” (com direito a clareamento à laser) que vemos de montão nos Estados Unidos.

        Eu mantenho a escova na bolsa e continuo recebendo olhares espantados em vários banheiros por aí a fora…. 🙂

        Like

  6. thaisa-Rio says:

    Xiii. agora no computador é q vi um monte de erros. Ainda detesto digitar no tablet rsrs… ele não acompanha a velocidade da digitação …. desculpe , Cecilia. bjooo

    Like

  7. David says:

    Na verdade eu preferiria almocar fora com colegas de trabalho como eu fazia antes no Brasil. E’ mais social e destraido acho. Muita gente aqui almoca na propria mesa, nao fala muito, chega e sai sem falar com ninguem, entao a gente nem sabe se fulando veio a trabalhar ou nao as vezes…..choque cultural sometimes!!

    David

    Like

    • Isso é verdade David. Já ouvi esse comentário vindo de várias pessoas. Mas…. pense pelo lado positivo: Levando comida de casa você gasta menos do que pagando restaurante e ainda come alimentos melhores para a sua saúde! 🙂
      No curso que eu fiz, no início era comum os estrangeiros ficarem meio caladas e concentradas na hora do almoço, mas deu para ir “quebrando o gelo” aos poucos e a conversa passou a rolar solta.
      Creio que depois que experimentam um almoço contando estórias divertidas eles passam a gostar, mas realmente… o primeiro passo tem que ser dado por nós, “tagarelas”, do contrário eles realmente não abrem a boca! 🙂

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s