Canadá x Brasil – Mil Coisas #10

Diferenças entre Brasil e Canadá –

Mil Coisas #10

cruzvermelha

Saúde!

Vocês vão desculpar, o post ficou  GIGANTE mas a diferença entre a saúde no Brasil e no Canadá é TÃO GRANDE que um post com apenas 500 palavras não conseguiria descrever para vocês o “drama” que é a saúde no Brasil. E estou falando da saúde privada no Brasil, porque a saúde pública não dá para comentar porque não existe.

Tenham então um pouquinho de paciência _ só dessa vez _  e vejam o que é atendimento de saúde no Canadá, ok?

Uma das coisas que sempre preocupa quando planejamos mudar para outro país é a saúde.  Os pensamentos se multiplicam, enquanto estamos na fase do processo de imigração:  “Meu médico aqui  no Brasil é tão bom…tenho tanta confiança nele….”,  “Estou com o mesmo dentista há anos e gosto dele…”  e por aí vai.

Isso sem falar no plano de saúde, que a gente demora tanto a escolher um no Brasil e depois “acostuma”  com ele.

Essa também era uma das nossas preocupações quando entramos com o pedido de visto de Permanent Resident para o Canadá.

No Brasil, a gente tinha o plano top-top-top do Bradesco e pagávamos por mês R$2980.00  (isso mesmo, dois mil e novecentos e oitenta reais).  Isso porque não temos mais vinte, nem trinta, nem quarenta, nem….   Ok, vamos deixar esse papo de idade de lado? rsrsrsrs   Então era isso.  Praticamente 3 mil reais para um casal, pagos todo mês.

Além de pagar o plano, eu sempre escolhia os médicos mais conceituados da cidade em suas respectivas especialidades (dermatologia, clínica geral, oftalmologista, etc) e NENHUM deles era credenciado a plano de saúde algum.  O que significava pagar, PELO MENOS, R$ 400,00 (quatrocentos reais) por cada consulta médica.  O que acontecia então é que, pelo fato  do médico não estar credenciado a plano nenhum, ele na hora de pedir exames fazia um “pedido completo” incluindo exames de ultra-som e outros tipo “carótidas e vertebrais” e outras coisas do gênero, mesmo eu sendo totalmente saudável e sem nenhum sintoma “esquisito”. Mas enfim… o check-up geral era feito, o plano pagava os exames extravagantes e bola pra frente.

Os exames de sangue eu sempre fazia no Laboratório Sérgio Franco porque era bem localizado, ali no Leblon, perto da minha casa.  Eu era cliente deste laboratório há anos, desde quando ele era uma casinha pequena em Botafogo e não tinha sido vendido para essas redes que só querem lucro. Antigamente era um ótimo laboratório.

Antigamente….  qualquer funcionário que você fosse “sorteado” para colher seu sangue, era bom. Eu sou a “rainha da frescura e do medo” e  antigamente não tinha nenhum problema nesse laboratório. Até que ele foi vendido, creio que para a Amil, e os funcionários antigos (e bons) começaram a ser descartados e substituídos por estagiários ou pessoas recém saídas do curso de enfermagem. O resultado é que quando eu precisava ir lá fazer exame de sangue, a mocinha  ficava “horas”  alisando a minha veia e dizendo “é… sua veia deve ser difícil de pegar…. não estou achando“…. e ia para o outro braço e o processo se reiniciava.  Até que espetava, tentava, ia para o outro lado e quando conseguia o resultado era um hematoma roxo-batata na veia que demorava alguns dias para sair, isso sem falar na dor.  Até que, eu descobri o nome de uma funcionária antiga e maravilhosa, e eu  só tirava sangue se fosse com ela. Se ela não estivesse lá  eu voltava para casa e retornava no dia de plantão dela.

Nunca esperei menos de meia hora no Laboratório Sergio Franco Leblon entre o cadastramento do pedido médico no computador e sair do laboratório com o sangue devidamente tirado. Pelo menos MEIA HORA, daí para mais, dependendo do horário de do dia da semana.

OK.

Canadá.  Vida nova.

Procurei na Internet um / uma  “family doctor”  que tivesse excelente referências e fosse aqui em Vancouver.

Encontrei.

Mas ela não estava mais aceitando pacientes novos. Aqui no Canadá você tem um “médico de família” que é quem cuida de você o tempo todo (faz inclusive o exame ginecológico, Pappanicolau, etc)  e você só vai a um especialista se este “family doctor”  indicar,  caso o seu problema requeira. De outra forma, quem vai sempre cuidar de você é o “family doctor“. Por conta disso, cada médico tem uma “cota”  de pacientes que ele atende, e quando chega a um determinado número ele não aceita novos pacientes. É por isso que muitas pessoas falam que é difícil encontrar um “family doctor” mas o certo é você procurar até encontrar. Como já dizia a minha avó… quem procura acha!

E foi assim que, na mesma clínica onde a médica que eu queria não pegava novos pacientes, eu escolhi uma médica que ainda estava aceitando novos clientes.  Olhei o curriculum dela (aqui tudo é disponível pela internet), vi que embora jovem, ela se formou por uma universidade conceituada (UBC) e isto me deu confiança.

Marquei e fui lá. Isso em Novembro de 2012, logo que aportei em terras canadenses.

Consultório moderno, recepcionista educada.  Atendimento na hora marcada (nem 5 minutos de atraso!?!?!).   Ela me fez várias perguntas, eu disse que só tinha mesmo marcado a consulta para conhecê-la e ser cliente dela mas que eu tinha acabado de passar por um “check-up de 360 graus”  no Brasil  (feito em setembro de 2012) e que estava tudo 100% comigo.  Ela então me disse que voltasse em setembro de 2013.  Valor da consulta: ZERO (só precisei mostrar a minha carteira de saúde _ o BC Health Card e um domumento de identificação __ mostrei minha carteira de motorista canadense).

Os meses se passaram, saúde ótima etc e tal.   Setembro chegou e estava na hora de marcar a minha “revisão”.

Lá fui eu.  Marquei a consulta e na última segunda feira fui ao consultório.

Como da outra vez, tudo lindo, limpo, recepcionista educada e consulta na hora MARCADA!!!  Nem TRES MINUTOS de atraso!!?? No Brasil eu pagava a “consulta particular”,  “morria”  em pelo menos 400 reais e sempre tinha que esperar pois a consulta atrasava muito e dependendo do médico  ___ quanto mais “badalado”  o médico maior o atraso __ e  isso significava às vezes  duas horas plantada num sofá de sala de espera!

A consulta aqui:

Assim que eu entrei na sala de exames, a atendente veio e tirou pressão, mediu minha altura  e anotou meu peso na balança.  Me deram um avental descartável lindo, no Brasil-iu-iu eu várias vezes usei no endocrinologista, avental de seda pura. Ok… seda pura… muito lindo e muito chic mas não é descartável e vocês não vão querer me dizer que ele tem “500” aventais de seda pura e que cada paciente usava um e depois ele mandava lavar a seco, não é?!?!?!

Enfim… voltando ao Canadá: A médica examinou tudo, fez várias perguntas,  e realizou os exames físicos necessários (ginecológico e pesquisa de cancer de colo) depois de ter escutado meu coração, pulmão, etc

Pediu um exame de sangue “gigante” e falou que mamografia aqui no Canadá nem precisa de requisição médica. Basta eu mesma ligar diretamente para a  Central de Exames  e marcar (ela me deu os números).

Saí do consultório e na sala de espera fui para o balcão, achei que eu precisaria assinar algum papel, mostrar algum cartão, qualquer coisa do tipo.  A mocinha ficou me olhando e disse “You are all set”   (tipo “acabou”) e eu, com cara de idiota, falei “mas é só isso? Não preciso assinar nada, ou mostrar a carteira do BC Health?” .  E ela “Não, não é necessário, seus dados já estão no sistema. tenha um bom dia”.

Ou seja:  Paga-se  ZERO  pela consulta e não é preciso assinar nada, “provar” que eu fui lá, etc.  Isso porque o sistema de saíde confia no médico e sabe que ele não é besta de inventar que um paciente foi  lá sem que isso seja verdade.

Aqui as pessoas são HONESTAS.   Ao passo que no Brasil, quantas vezes os médicos se ofereciam para “facilitar”  dando dois recibos para que a consulta pudesse ser reembolsada em duas partes pelo plano de saúde?   Quantas vezes o seu médico particular no Brasil te ofereceu um preço para “com recibo”  ou “sem recibo”????   Pois é….

Enfim… saí da minha consulta canadense realizada e ainda apavorada.  Não se esqueçam que vocês leram no início do post que eu sou a “rainha da frescura e do medo” e tenho horror de tirar sangue.  E ainda teria que fazer o exame de sangue. No Canadá. Ai que medo.

Não esqueçam também que no Rio de Janeiro,  embora frequentando o laboratório “mais chic do pedaço” eu tinha que ter “pistolão” e ir com a funcionária que tirava sangue bem para não cair na mão dos estagiários. E sempre esperando mais de meia hora.

No dia seguinte à consulta médica, lá fui eu fazer o exame de sangue.

Laboratório moderno, atendente educada, só pediu a carteira do BC Health e um documento de identificação.  Mostrei tudo e mal sentei na cadeira e ela “Vamos entrar por favor”.  Sentei na cadeira lá dentro já com o olho fechado (eu não posso ver agulha e/ou sangue que eu dou”piti”  rsrsrs).  Enfim, estiquei o braço e ela perguntou “tem preferencia de algum braço?”  e eu “whatever”  rsrsrs

Gente….  não demorou um segundo, eu não senti NADA (só ouvi aquele barulhinho de quando eles trocam um vidrinho durante a  coleta) e foi SÓ.  Quase dei um beijo na japonesinha que fez o serviço!  rsrs

Saí de lá saltitante e pensei! Uhu!!! Only in Canada!  Não tenho mais medo de fazer exame de sangue! 🙂

Preço do exame: ZERO

Peguei o folheto que me dá acesso a ver os resultados na internet.

Notem, isso foi terça feira, dia 24 de setembro as 9 horas da manhã.

Na quarta feira, menos de 24 horas depois, eu estava na ginástica e quando acabei vi que tinham VÁRIOS “missing call”  da médica.   Pensei comigo:  F*deu.    Eu já tinha lido em blogs que os médicos aqui no Canadá só ligam para os pacientes caso algum resultado de exame tenha dado ruim, que quando o resultado é bom eles nem telefonam, significando que silencio é igual a “good news”.

A médica estar me ligando, insistentemente……  xi…..  PHODEU.

Cheguei em casa e antes mesmo de ligar para ela fui on line ver os resultados e já estavam lá! Menos de 24 horas desde a realização do exame!   E… aproveitei para ver a razão da ligação da médica:  Colesterol alto.   Já fiquei mais tranquila e nisso entra a “voice mail” no meu telefone: “Aqui é do consultório da Dra X., a Sra. não precisa ficar alarmada e não é nada urgente mas a Dra gostaria de vê-la novamente para falar sobre o resultado dos seus exames”.    Vou contar para vocês: No Brasil-iu-iu nenhum médico me ligava para dar os resultados de exames! Eu é que tinha que levar pessoalmente no consultório e/ou ficar telefonando “200 vezes” até conseguir ser atendida!

Marquei e na próxima segunda feira vou lá,  já sabendo que tenho que reduzir as coisas que mais amo e que fazem o meu colestrol “pular”:  Mariscos, camarões, lagosta e batata frita.   😦    Mas isso já aconteceu outras vezes e quando eu  fico de  olho na dieta fica tudo ok….    Voltar ao frango grelhado… urgh….

Resumindo para quem não teve saco tempo de ler tudo:

Plano de saúde Bradesco que pagávamos no Brasil:   R$ 3000,00 / mês  equivalente a aprox.  CAD 1500.00 / mês

Plano de saúde que pagamos no Canadá:  CAD 120.00 por mês (para duas pessoas)

BRASIL:  1500 dólares por mês  x Canadá:  120 dólares por mês

Valor que pagávamos por cada consulta médica quando optávamos por ser atendidos pelos “figurões” que não aceitam plano:  R$ 400.00 (no mínimo).

Valor pago  no Canadá por uma consulta com excelente médica: ZERO

Consulta com private doctor no Brasil: pelo menos 400 reais x Canadá: Zero  (porque não é necessário)

Tempo de espera no Brasil no consultório médico para uma consulta com “hora marcada”: Atraso nunca inferior a MEIA HORA.

Tempo de “atraso”  da consulta no Canadá:  Menos de TRES MINUTOS.

Tempo de espera no laboratório Sergio Franco Leblon, para colher sangue: Nunca inferior a TRINTA minutos.   X    Tempo de espera no laboratório do Canadá para colher sangue: Menos de DOIS MINUTOS.

No laboratório do Brasil, tinha que ver se a funcionária de confiança (e que colhe o sangue bem) estava de plantão, senão ia ficar sendo espetada de todo jeito por estagiários desastrados.    X    No Canadá: Não senti NADA e em menos de 1 minuto estava tudo resolvido.

Durante um ano isso representa:

No Brasil gasto de 18 000 dólares anuais com pagamento de plano de saúde (isso sem contar o “desconto obrigatório” que ocorre em folha para pagar o INSS que nunca usamos).  Some neste 18 000 dólares o valor pago anualmente para as consultas com os médicos “bam-bam-bans”.

No Canadá: 1440 dólares anuais e mais nada!

Olhe abaixo os assuntos já publicados sobre as “Diferenças entre Brasil e Canadá” !

#1 Motoristas  abrem caminho para veículos de socorro https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/07/28/canada-x-brasil-mil-coisas-1/
#2 Acesso facilitado para deficientes  https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/07/30/canada-x-brasil-mil-coisas-2/
#3 Proibido fumar em parques, praças, etc  https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/08/03/canada-x-brasil-mil-coisas-3/
#4 Sprinklers  e prevenção contra incêndios https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/08/07/canada-x-brasil-mil-coisas-4/
#5 Escadas rolantes https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/08/15/canada-x-brasil-mil-coisas-5-2/
#6 No Canadá não tem “puxadinho” https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/08/29/canada-x-brasil-mil-coisas-6/
#7 Usando vinagre e não é em manifestação https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/09/05/canada-x-brasil-mil-coisas-7/
#8 Levando resto de comida para casa https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/09/14/canada-x-brasil-mil-coisas-8/
#9 Até para tossir é diferente… https://ceciliarchitect.wordpress.com/2013/09/22/canada-x-brasil-mil-coisas-9/

Se gostou do que leu, peço um minuto da sua atenção para compartilhar o post com seus amigos do facebook e/ou com seus seguidores no Twitter.   Valeu! 🙂

Advertisements

About CeciliArchitect

World Traveler ~ Photographer ~ Social Media Specialist ~ Tourism Vancouver Certified Specialist ~ Independent Tour Manager and Events Coordinator ~ Blogger ~ Architect & Interior Designer (in my previous life)
This entry was posted in Posts em Português and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

34 Responses to Canadá x Brasil – Mil Coisas #10

  1. Pati says:

    Eu que sou da area da saude vim para o Canada ouvindo um moooonte de coisas ruins sobre a saude daqui. Pelo que tenho percebido ate agora, o sistema de saude no Canada (ou pelo menos em SK) eh infinitamente melhor que no Brasil, mesmo incluindo convenios particulares. Aqui em SK os medicos se comunicam (realmente existe o tao sonhado feedback entre o especialista e o medico de familia) e existe um sistema unico, informatizado, de prescricao. Dessa forma, o medico tem acesso aas prescricoes daquele paciente que, assim como os brasileiros, nunca lembra o que toma… os exames laboratoriais sao ultra rapidos… mas a questao do atraso ja percebi que tem mais relacao com a pessoa do que com o local… tem um medico excepcional aqui (para quem eu trabalho, inclusive), que eh quase td que eu admiro num medico… o unico defeito eh que ele atrasa (e muito)!

    Like

    • Pati….

      Se encantamento matasse eu morria! rsrsrs

      Impressionante como TUDO funciona aqui!!! Vc acredira que hj ligou um robô de voz para mim, lembrando que eu tenho uma mamografia agendada para segunda feira ~as tantas horas?
      In-crí-vel!

      Vc que é da área deve estar mais feliz que pinto no lixo… rsrsrs….. vendo que tudo é mais organizado, mais bem feito e com ótimo retorno para o paciente! 🙂 Bom demais! 🙂

      Um beijo graaaande e muito sucesso para vcs! ❤ ❤ ❤ Continuamos aguardando a visita de vcs! 🙂

      Cecilia

      Like

    • Oii Cecila, me interessei pelo seu blog por ser louca pelo Canadá e querer muito me mudar pra aí e tbém pq vi esse post sobre saúde. Acontece que tenho um problema de saúde chamado Espondilite Anquilosante e necessito de medicação intravenosa a cada dois meses.Essa medicação o meu plano de saúde libera de graça pra mim aqui no Brasil, porém pra fazer um plano que cubra essa medicação fora do país vai me custar o dobro e ainda tenho que esperar “carência”. Mas e a minha carência de medicação? Como vou ficar 6 meses sem o remédio? Será que vc poderia me ajudar? Qualquer informação é útil com relação a isso.Já tentei de tudo mas ninguém sabe me informar nada. Talvez uma pessoa que esteja tão perto do meu sonho possa me dar uma mãozinha.
      Agradeço desde já. Meu e-mail se quiser me contatar é :
      Obrigada.

      Like

      • Olá Bruna!

        Obrigada pela visita ao Blog! 🙂

        Não sou da área médica e não entendo nada do assunto então não vou poder te ajudar…

        Eu recomendo a vc uma ida ao Consulado em São Paulo (caso vc resida em SP Capital) ou até mesmo uma consulta a eles por telefone ou por email. Antes de ser imigrante é necessário fazer um exame médico ainda aí no Brasil, com médicos credenciados pelo Governo do Canadá. Eu não sei se o problema que vc tem é aceito para emissão do visto, quem vai poder informar melhor é o Consulado. Uma idéia ainda, seria vc pegar a relação dos médicos credenciados pelo Consulado e marcar uma consulta com o que atenda na sua cidade (ou mais próximo de voce) e então vc perguntará diretamente ao médico se há algum tipo de restrição para emissão do visto ou não, e ainda se o problema é coberto pelo governo canadense ou se você teria que ter cobertura particular.

        Creio serem estes os melhores caminhos, pois as respostas que vc irá receber serão oficiais.

        Desejo super boa sorte e que dê tudo certo!!!!

        Abs

        Cecilia

        PS: Apaguei o seu email que vc deixou escrito na sua mensagem para vc não ter sua caixa postal invadida por spammers, ok? 🙂

        Like

    • Michelle says:

      Olá Cecilia, sou médica dermatologista e como a maioria dos brasileiros estou insatisfeita com tudo por aqui, por isso o sonho de ir embora… eu e meu marido estamos namorando Vancouver porém com várias dúvidas quanto a trabalho, custo de vida etc. Você sabe me dizer se eu conseguiria trabalhar como médica aí no Canada? Estamos lendo muitas coisas e cada um fala uma coisa diferente. Já fomos aceitos no processo de imigração porém precisamos fazer o IELTS. Meu marido é fisioterapeuta osteopata. Parabéns pelo blog. Michelle

      Like

      • Obrigada pela visita, Michelle! Sim, voce poderia trabalhar aqui, com certeza, mas provavelmente como “Family Doctor”, e provavelmente depois de fazer algumas provas para que eles possam aferir seu conhecimento. Para trabalhar como dermatologista, voce teria que ter o título de especialista aqui, e pelo que eu já li (embora não seja a minha área de interesse porque não sou médica), o processo para ser especialista requer tempo e dinheiro, porque voce teria que fazer cursos aqui (mesmo vc já tendo a especialidade no Brasil). O que muitos médicos brasileiros fazem, é trabalhar como Médico de Família ou então como optometrista (note bem, não pode clinicar como oftalmologista, é panelas optometrista _ faz os exames básicos de vista e vê o grau dos óculos e tal e caso haja algum problema ele encaminha para o especialista (oftalmologista). Para o seu marido a vida será muiiiito mais fácil, pois embora ele também vá precisar de uma certificação daqui para poder trabalhar, esta custa menos e é mais rápida. E… há uma enorme carência desse tipo de profissional (fisioterapia, osteopatia, acupuntura, etc).
        Falo isso baseado nos “milhares” de blogs que sempre segui durante o processo de imigração, e você pesquisando, com certeza vai achar muita informação util! Vancouver é o máximo!!!! Venham sim, vocês vão adorar!!!! 🙂

        Like

  2. Alex M says:

    Oi, Cecília… it’s been a long time!!! Passei por uma fase entre o desânimo e o desespero com a possível demora do meu processo, enquanto a Isa só fala em Canadá Canadá Canadá Canadá Canadá e não vê a hora de ir embora, completamente farta do iu-iu-iu… mas ela ainda tem 3 semestres de faculdade a cumprir…
    Bom… eu sou como você. DETESTO colher sangue. TENHO PAVOR. Não durmo antes de colher sangue. E não gosto de médicos, porque muitas vezes a ignorância é alegria e eles vêm com certas notícias do tipo “precisa melhorar o colesterol”… e tenho um histórico forte de diabéticos tipo 2 na família. Agora, aos 40, preciso ficar muito atento. Enfim. Nunca tive plano de saúde até os 35 anos, mas quando me casei achei por bem fazer para o casal. Meu pai ficou 7 meses penando no hospital até morrer e se não fosse o plano dele, pago pela companhia onde trabalhou e se aposentou, estaríamos com dívidas eternas. Ou ele teria morrido bem mais rápido, coitado.
    Mas não consigo entender como um país que tem sistema público de saúde “obriga” as pessoas que querem viver mais tranquilas quanto a isso a ter um plano privado ou pagar muito caro. E sinceramente não vejo a hora de me livrar dos boletos da Amil. Pago o plano com raiva, confesso.
    Mas uma pergunta: vocês ainda pagam C$ 120,00/mês o casal? Seria 1/3 do que eu pago aqui no Iu-iu-iu para casal. Eu com 40 e ela com 27.
    Então o Health Insurance do Canadá é “irrisoriamente” pago pelas pessoas? Pensei que fosse totalmente gratuito como um SUS. É isso. Estou de volta! A greve acabou e eu aguardo pelo meu pedido de documentos…

    Like

    • Olá Alex!

      Welcome back! Que bom que a greve acabou e quem em breve vcs poderão estar em terras canadenses! 🙂

      Sim, o Health é pago pelas pessoas, não sei se o preço é proporcional à idade… No nosso caso são 120 CAD por mês para nós dois. Não cobre dentista nem oculista. Dentista eu tenho o meu no Rio e creio que dá para eu “segurar” e fazer minhas revisões / clareamento com visitas a cada 18 meses, isso até eu achar alguém aqui. Oculista já fui aqui, para ter a “prescription” e poder comprar as lentes de contato. Custou 90 dólares e foi uma excelente consulta, com direito a consulta de retorno em que ela analisou e os novos graus na lente estavam funcionando bem após eu usar a lente com novo grau (brinde da clínica) durante 1 semana. No Rio eu pagava 400 reais pela consulta com o oftalmologista, então nesse assunto estou no lucro. 🙂

      Há planos privados aqui em que vc paga um “x” por mês e tem direito a dentista, oculista e quarto particular em caso de internação. Ainda não sei qual seria a melhor companhia e qual seria o preço mas tenho pesquisado sobre isso para saber se compensa, assim que eu tiver notícias farei um post aqui no Blog.

      Aguentem firme porque a espera é, realmente, horrível. Mas o resultado compensa. Diga para a Isa para aproveitar essa época para estudar inglês “no stop” porque isso vai ajudá-la (e muito) quando chegar aqui! 🙂

      Um abraço grande para voces de Vancouver totalmente nublada e chuvosa mas nem por isso menos linda! 🙂

      Cecilia

      Like

      • Isa says:

        Oi, Cecilia!!!
        Depois de um tempo, correria total, acabou de ler toda a série “Mil coisas CANxBRA”. Simplesmente amei!!! Novidade, né!!! rsrs Porque adoro seu blog e como vc escreve de uma maneira tão divertida e que prende a gente.

        Muito obrigada pelo carinho e torcida sempre.

        Beijos

        Isa do blog http://www.canadaselfemployed.tublir.com

        Like

      • Obrigada vc pela visita!

        Acho que seu comment entrou repetido aqui, então envio meu obrigada pela visita tbém repetido e bjjs tbém repetidos! rssr

        Cecilia

        Like

      • Isa says:

        Ops, havia escrito o endereço do blog errado rsrs.

        Oi, Cecilia!!!
        Depois de um tempo, correria total, acabou de ler toda a série “Mil coisas CANxBRA”. Simplesmente amei!!! Novidade, né!!! rsrs Porque adoro seu blog e como vc escreve de uma maneira tão divertida e que prende a gente.

        Muito obrigada pelo carinho e torcida sempre.

        Beijos

        Isa do blog http://canadaselfemployed.tumblr.com

        Like

      • Olá Isa!

        Que bom que vc está gostando da série! Tem tanta coisa diferente (e mais legal) que em breve terei que mudar o nome para “5 000 Coisas” ao invés de 1 000 ! 🙂

        Tenha paciência que daqui a pouco será a vez de vcs! Aproveite para ir estudando inglês diariamente! 🙂

        Bjjjs e obrigada pela visita!

        Cecilia

        Like

  3. Oi Cecília! Tudo bem?
    Acompanho vocês desde que ainda estavam no Brasil, e primeiro de tudo peço desculpas por nunca ter comentado (shame on me!). Eu tinha meio vergonha, e como ainda só estava sonhando em dar entrada no processo, achei que não tinha muito a contribuir. Fiquei só te stalkeando mesmo! rs

    Pois bem, agora a situação toda mudou. Desde 2010 eu e meu marido ‘namorávamos’ o processo, e nesse ano, assim que o federal reabriu, enviamos nossa documentação! Nosso destino também é Vancouver, e nessa semana fizemos os exames médicos. 😀

    Estou AMANDO a sua série sobre as diferenças no Canadá, e também adoro todas as informações legais que vc disponibiliza. Apesar de já ter visitado Vancouver 2x, tenho certeza que deve demorar uns 10 anos pra conhecer tudo de legal que tem aí…rs
    Adoro suas sugestões de passeios 0800, e já anotei vários pra fazer quando chegarmos aí. By the way, nossos planos são de chegar no final de fevereiro. Agora que você tem nome e sobrenome, já estou te seguindo no twitter e assim que pegar meu celular vou adicionar no Instagram (sou a @biacelesque). Gostaria muito de te conhecer quando chegarmos aí, se vc não ficar com medo de mim, por eu ter ficado te acompanhando só na surdina…rs!

    (Obs: Não estou conseguindo adicionar seu blog novo no meu Feedly…você sabe se mais alguém já teve esse problema?)

    Beijos,
    Bia

    Like

    • Oi Bia!

      Wow! Seu comment me deixou muito feliz!!!É muiiiiito legal saber que os posts podem ajudar às pessoas, embora eu às vezes fique meio P&^% com uma “alma penada” que começou a me copiar mas depois da bronca que eu dei num post anterior acho que ela “mais ou menos se mancou” e deve estar tentando achar algum novo tema…. Pelo menos na semana passada eu vi um RT dela sobre “como encontrar assuntos interessantes para escrever em blog”. Sinal que ela está tentando “se inspirar” de outras formas não é mesmo? KKKK
      Sim…. estou “torcendo” para ela ler aqui o meu comentário e ver se ela “me esquece” e para de me copiar! KKK

      Que bom que vc está vindo para Vancouver!!! 🙂 Nós visitamos toda a costa leste + Ottawa + Vancouver antes de decidirmos fincar nossa ancora aqui e não nos arrependemos! 🙂 Conforme vc já visitou, testou e aprovou rsrs, a cidade é linda, e tem mil coisas legais ao ar livre. Muito perto de tudo, outro dia mesmo fomos à Whistler e voltamos no mesmo dia, sem nem um pingo de engarrafamento na estrada e com direito a ver uma “mamãe ursa e seus dois filhotes” no caminho de volta para casa! Mais legal impossível! 🙂

      Ótimo vcs chegarem no final de fevereiro, a temporada da chuva já vai estar acabando! 😀

      Boa sorte nos exames médicos e se quiser mandar algum private email pode usar o cecilia “dot” architect “at” gmail “dot” com aí te passo meus telefone #s.

      Não sei pq não está funcionando esse lance do Feedly…. vc tentou clicar ali no “adicionar este blog para receber como email” ? Se alguém estiver lendo e tiver sugestões para resolver esse problema serão mais que welcome! 🙂 Obrigada!

      Sucesso para vcs e parabéns pq o tempo agora vai passar VOANDO, vcs vão ver! 🙂

      Bjjjs

      Cecilia

      Like

      • Oi Cecilia! Eu li mesmo qdo vc postou sobre essa alma que te persegue…tem muita gente que vive assim, parasitando o blog alheio, mas tenho certeza que essas pessoas nunca andam pra frente, viu?! Continue fazendo a sua série da forma criativa como vc sempre escreve, e bola pra frente!! Uma hora essa pessoa se toca e percebe…rs
        Vou te enviar um email mais pra frente, pra gente trocar telefone!
        Um beijo!

        Like

      • Obrigada Bia!!

        Desejo que corra tudo bem aí com vocês!

        Um beijo

        Cecilia

        Like

  4. Izabel says:

    Olá Cecília!!
    Estou adorando a série mil coisas e estou aqui no conta mais, conta mais!
    Nossa nem me fale em plano de saúde, consulta aqui só para daqui um mês, se é urgente vc se lascou. Precisei de um remédio com prescrição e foi mais fácil minha mãe conseguir na cidade pequena onde moram e me mandar por correio do que eu ser atendida aqui, isso pq só preciso da droga da receita, é mole?
    E farmácia no Canadá é igual aqui ou é igual na Europa? Tipo remédio com receita é na farmácia, se for paracetamol, fralda, produto para limpeza de lente de contato é uma loja. E oftalmo, é em consultótio ou é dentro da própria ótica?

    um abraço e aguardarei os próximos.

    Like

    • Olá Izabel!

      Que bom que você está gostando da série! Eu me divirto muito escrevendo e diariamente vejo coisas na rua e faço a minha “anotação mental” do tipo: “Preciso contar isso para os meus leitores!” rsrsrs

      Tenho que ir colocando devagarinho para dar tempo de todo mundo ler… se eu escrever demais (o que eu adoro) o pessoal vai “cansar” de tanto post e vai me abandonar! rsrsrs

      Vou responder sua pergunta sobre farmácia e oftalmo nos próximos posts da série “1000 coisas” , para que fique mais útil e mais leitores tenham acesso, ok? (Não é todo mundo que lê os comentários….)

      Um abraço para você e obrigada pela visita! 🙂

      Cecilia

      Like

  5. David says:

    Hi Cecilia,

    Que bom que vc teve experiencias boas no quesito de atendimento do sistema de saude daqui. Na minha opiniao, o sistem de saude daqui nao e’ uma maravilha, tive boas experiencias e ma’ experiencias.

    Em geral, consulta como esta que vc fez de full body check up, com hora marcada e tal, geralmente corre bem, sem muito atraso, e examines no laboratorio geralmente e’ rapido e eficiente. Agora, quando tem uma emergencia, tipo tem que ir pra emergency room, voce precisa esperar muito, mas muito mesmo (tipo algumas horas). A falta de medicos e’ uma questao bem seria aqui, tudo tem que esperar. Se tiver que fazer algum tipo de operacao entao, vc tem que aguardar na fila por meses ou ano dependendo da gravidade da situacao. Entao a saude basica acho uma boa, mas em geral tem muito pra melhorar.

    Acho que so’ aqui na BC voce tem que pagar o plano de saude mensal, em outras provincias, pessoal nao tem que pgar nao. Acho que nas outras provincias, isso ja’ esta’ embutido no imposto. Aqui, se vc provar que nao tem condicao de pagar o plano de saude, voce sera’ isento, mas tem que provar.

    Acho que e’ isso.

    Keep up your good writing,

    David

    Like

    • Oi David!

      Obrigada pela visita! Fiquei feliz! Achei que vc tinha abandonado a leitura do Blog! 🙂

      Você sempre acrescenta detalhes que são super importantes para quem está vindo para esse país maravilhoso, então eu agradeço em nome dos leitores. 🙂 Quanto à espera, já li que existe mesmo… mas pelo menos quando é emergência a ambulância aqui chega em menos de 5 minutos, o que, com certeza salva muitas vidas. No Brasil, o meu genro teve dengue no verão passado e ficou 6 horas na emergência do Copa D’Or (considerado o melhor hospital da zona sul do Rio) aguardando atendimento e misturado com gente com todo tipo de doença / problema. E pagando um absurdo por mês de plano de saúde porque se for depender do serviço público aí então nem se fala….

      David, eu queria ainda aproveitar que vc está por aqui e te perguntar: Vc acha que seria recomendável a gente fazer um plano “extra” com uma companhia de seguro complementar como a Blue Cross (por exemplo) que dê direito a assistência dentária e oftalmologista + quarto particular em caso de internação + remédios, etc? Eu não tenho idéia se vale à pena ou não…. e se optarmos por ter este serviço qual seria a empresa mais conceituada para a gente se associar… Se vc tiver informação e puder compartilhar seria ótimo! 🙂

      Obrigada, um abraço e volte sempre! 🙂

      Like

  6. David says:

    Oi Cecilia,

    Sempre um prazer lendo seu blog.

    Quanto a sua pergunta, eu acho que vale a pena ter um plano extendido sim (extended health insurance) . Quanto a indicacao de empresa de seguro, acho melhor consultar um broker. A minha empresa usa “Manualife”, multinacional bem conceituada, usei ela por 7 anos sem maiores problemas. Uso muito na compras de remedios (80% refund), dentista (80% refund), quarto particular no hospital (80% refund), massagem terapeutica (80%) etc…Nunca usei servicos de oftalmo, meus amigos usam bastante e nao teve incidente nenhum.

    Na minha opiniao, o governo cobre o basicao de tudo, o extendido te da’ mais opcoes de comforto. Se voce somar o valor que voce gastaria por ano em todos os items nao cobertos pelo plano do governo, divide esse valor por 12, se o resultado for 2X (ou mais) do valor mensal do seguro, acho que com certeza valeria a pena. 🙂

    Se voce comecar a trabalhar pra uma empresa daqui, geralmente o extended health insurance ja’ esta’ incluido nos beneficios.

    Abs,
    David

    Like

  7. Fernando Dell'Acqua says:

    Oiii Cecilia, fiquei muito feliz de ver que vc respondeu meu post!!! valew

    sobre a saúde do Brasil não tem nem o que comentar, realmente é deplorável até o melhor plano hoje em dia não vale de muita coisa. não tenho muito a acrescentar sobre o sistema de saúde no Canadá.

    apenas agradecer mesmo por você ter respondido meu post. Tk’s

    Like

    • Oi Fernando!

      Eu gosto muito de receber comentários dos leitores e acho importante responder, porque assim como eu não gosto de ficar falando para as paredes acho que os leitores também não gostam de falarem e não erceberem feedback não é mesmo? 🙂

      Apareça sempre!

      Abs

      Cecilia

      Like

  8. Nina says:

    Muito legal o seu blog Cecilia! Vivo aqui do outro lado, Quebec, e é bem legal ver a perspectiva canadense desse lado ai, em Vancouver.
    Linkando saude e Quebec, infelizmente a situacao por aqui é diferente da relatada por você ai. E nem vou “reclamar” em meu nome, pois felizmente nao precisei usar nenhum serviço de saude desde que cheguei; a situaçao ocorre/ocorreu com meu marido e sogra, ambos canadenses.
    Minha sogra perdeu o olfato e o paladar devido a uma seria infecçao respiratória que precisava de cirurgia mas demorou muito. Meu marido espera por um médico de familia desde sempre…
    Emergencia em hospital em média 8 horas de espera.

    Well, mas como toda regra tem sua exceçao e claro que tudo depende das experiências e até sorte de cada um.Mas fico feliz em saber que pelo menos ai você tem tido um excelente atendimento.

    Abs! Vou continuar lendo!

    Like

    • Oi Nina!

      Obrigada pela visita e por compartilhar a sua experiência aqui no Blog! Fico triste pela sua sogra, coitada, ter perdido o olfato e o paladar por descaso médico. É verdade, por enquanto temos dado sorte e só temos elogios a fazer ao atendimento de saúde canadense.
      Tente procurar um médico de família. Talvez acompanhando os blogs de brasileiros que estão em Quebec (são muitos e vários da área de saúde, de repente eles têm a indicação de um algum bom profissional que ainda esteja aceitando pacientes…

      Um abraço grande e obrigada novamente pela visita e pelo comentário! 🙂

      Cecilia

      Like

      • deamattos80 says:

        Cecilia! Quanto tempo… andei meio sumida, deprê com esse processo que só não acaba pra mim. Muito bom o post! Ainda mais quando a gente só lê coisas ruins sobre o sistema de saúde canadense.
        Em Quebec eu fui atendida como turista, mas como bati a cabeça, foram bem rápidos e atenciosos. Os médicos de lá falam que é bem difícil mesmo arrumar médico de família e estamos um pouco assustados com isso.
        Um casal de amigos tentou ser atendido com um menininho de 1 ano que estava com dor de ouvido e tiveram de esperar horas.
        Vou recomendar seu blog pra eles e dizer que existe, sim, plano privado no Canada. Talvez valha a pena.
        Obrigada pelas informações!
        Vou ler os seus outros posts agora e me atualizar! 😉
        Abração!

        Like

      • wow… que susto, hein? Bater com a cabeça é perigoso!

        O processo daqui a pouco acaba,mas eu sei que a ansiedade é enoooorme. Fique sabendo que estou torcendo por vc e para que tudo se resolva bem rápido!

        Bjjjjs

        Like

  9. Lucio Manoel says:

    Oi Cecilia.

    Eu acabei de ser pai e penso seriamente em ir morar no Canadá para ele ter uma qualidade de vida que não se consegue no brasil.

    Eu procurei na internet como funciona a imigração mas são tantas informações que não da pra saber qual é a certa.

    Você pome me indicar o site que tem as informação pra isso?

    Like

    • Olá Lucio!
      Parabéns pela decisão! É como eu digo…qualidade de vida NÃO tem preço!!! A segurança aqui é absoluta, e o respeito a próximo também! Sem falar que as escolas são públicas e excelentes (pelo que ouço de quem tem filhos em idade escolar).
      Recomendo a você o site do próprio consulado: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/index.asp
      Fizemos todo o processo sozinhos __ sem ajuda de nenhum consultor ou empresa de imigração _ e recomendo a vocês que façam o mesmo. Além de gastarem menos, vocês ficam participando de cada etapa do processo, e… como já dizia minha avó… “o olho do dono é que engorda o gado”. Ninguém melhor para fazer tudo certinho e acompanhar o processo (que é LONGO) do que os interessados.
      Os Blogs ajudam, para diminuir a tensão e voce ver que há outras pessoas na mesma situação, mas o bom mesmo, é o site oficial do Consulado do Canadá em São Paulo. Os funcionários lá também são super educados e eficientes.
      Boa sorte na jornada! Só posso dizer uma coisa: VALE MUITO A PENA!!!!!

      Abs

      Cecilia

      Like

  10. Bruna Bergamin, seu comentário de março de 2014 aparece lá em cima e minha resposta também. Nõa sei o que aconteceu e o WordPress colocou o mesmo fora de ordem! Abs e boa sorte!!!! 🙂

    Like

  11. Elisabete Pinto Ferreira says:

    Cecilia,

    Parabéns pelo seu trabalho. Gostaria de uma orientação sua sobre Family doctor. Acabei de chegar e, com isso, estou em busca de um family doctor. É possível vc me passar o nome da médica que vc comentou.

    Att,

    Elisabete

    Like

    • Olá Elizabeth,

      A médica que nos atendia mudou-se para Langley. Havia a hipótese de continuarmos com ela mas Langley é muito longe e a médica atual não está aceitando pacientes novos. Tem um site que voce procura quais estão aceitando. Não lembro o link mas na época achei dessa forma. Talvez usando as keywords definidas vc tbem vá encontrar esse site. Se eu lembrar qual é ou achar aqui nos meus apontamentos eu faço um post falando, ok? Sucesso para vc e welcome to paradise! 🙂

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s