Canadá x Brasil – Mil Coisas #25

Diferenças entre Brasil e Canadá –

Differences Between Brazil and Canada –

Dogs in Vancouver

Sabe um lugar em que ATÉ os cachorros são educados???  Pois é…..

Mil Coisas #25

Imagina um lugar com pessoas educadas.  Imaginou?  Pois é, bem vindo ao Canadá.

Agora imagina um lugar em que os CACHORROS são todos educados?  Pois é….  isso acontece aqui!!!

Estou morando aqui há quase dois anos (THANK GOD, valeu!) e vocês acreditam que apesar de ver muitos e muitos cachorros na rua e nos parques eu nunca ouvi UM cachorro latindo???

Eu não sei o que os donos fazem, e que tipo de educação é essa, mas cachorro aqui não late.  Eles passam uns pelos outros, o grandão e o pequeno e… eles simplesmente se IGNORAM.  Não tem aqueles “escândalos homéricos”  que se vê nas ruas do Rio, onde os cachorros ficam se estranhando e os donos são literalmente puxados por eles e eles latem até mais não poder… e você tem que ficar desviando para os cachorros não se morderem e eventualmente sobrar uma mordida para a sua canela, aquela que não tem nada a ver com a estória…   🙂

Aqui há vários parques onde é permitido que o cachorro ande “off leash” (sem a guia) e neste caso há uma placa avisando.  Da mesma forma, nos locais onde o cachorro tem que andar com a “guia”  (on-leash) também há placas avisando __ e a placa avisa também o VALOR DA MULTA caso o cachorro esteja solto em lugar que não pode, e saibam vocês que esta multa pode chegar a 2 mil dólares (não esqueçam que aqui não tem “esquema” de “dar uma cerveja”  pro guarda municipal… aqui multa significa multa e tem que ser paga). Aí abaixo a foto que tirei da placa para vocês “conferirem” o valor das multas….

Cachorros no Canadá

Outra diferença para o Brasil, além da educação dos cachorros é que TODOS os  cachorros têm que portar uma plaquinha de identificação. TODOS.  As coleiras têm sempre a paquinha redonda (parece uma moeda) com a identificação do cachorro.  Eu não tenho animais, e os leitores que têm podem me esclarecer, mas eu imagino que o número que fica nessa paquinha deve dar acesso à um “file”  contendo o nome e telefone do proprietário, vacinas que o cachorro tomou, etc.

Uma maravilha.

Aqui também tem uma outra  diferença que eu acho muito legal: Enquanto no Brasil (pelo menos no Rio é assim), as pessoas querem os cachorros “mais bonitos do mundo”, com o “melhor pedigree possível”, aqui no Canadá o “chic” é você ter um animal adotado.

Sabe aquele cachorro bem feinho, bem vira-lata, sem absolutamente nenhuma raça definida?  Pois é… aqui você vai ver muitos desses passeando pelos bairros nobres, com seus “papais” (donos) super elegantes e tratando os babies (os cachorros) com muito amor e carinho, como eles de fato merecem.  É por isso inclusive que, se você quiser ser voluntário aqui e trabalhar na entidade que toma conta dos cães para adoção, você não vai encontrar vaga. Há uma fila enorme de pessoas querendo doar seu tempo para dar amor e carinho a esses bichinhos.  Muita gente não pode ter cachorro em casa, então se candidata como voluntário para ir alguns dias da semana brincar, fazer festinha e passear com os cachorros que estão neste centro à espera de um dono. Mas… são tantas as pessoas dispostas a isso, que você não vai conseguir uma vaga facilmente.  Legal isso, vocês não acham?   🙂

Se você quiser trazer seus animais no momento de emigrar para o Canadá, saiba que o processo é simples. Conheço várias pessoas que trouxeram e há vários blogs que retratam o passo a passo do que é necessário.  O ideal é você pegar informações atualizadas porque as leis, tanto no Brasil como no Canadá mudam com certa freqüência.

Só fique atento a um detalhe: Se você for trazer seus animais de estimação para o Canadá, saiba que vai ser mais difícil para encontrar apartamento para alugar. A maioria dos anúncios escreve “Sorry, no pets”.  Um ou outro ainda aceita gatos.  De qualquer forma, existem sim, apartamentos onde animais são aceitos, mas você terá que procurar mais.  Além disso, o depósito que voce paga no momento de ocupar o imóvel sempre será maior para quem tem animais.   Coloque essa despesa no seu orçamento.

Mais um ítem para você considerar é o veterinário.  O ideal é você fazer um plano de saúde para o seu cachorro / gato, mas saiba que se ele já tiver uma certa idade ou alguma doença, o plano de saúde aqui não vai cobrir e vai alegar que é “doença pré existente” . Veterinário aqui é caro, então coloque esse ítem no seu orçamento, para não ser pego de surpresa, ok?

Senior dogs

Coloque no seu orçamento: Cachorros mais idosos trarão mais despesas.

As diferenças que me lembro no momento são essas, embora a que me chame mais atenção seja o silêncio dos cachorros.  Aqui  no meu prédio tem vários e eu nunca ouvi nenhum deles latir (nem me cheirar no elevador).  Já no prédio em que eu morava no Rio tinham apenas 2 cachorros  e os *&^% latiam até para o vento que passava na janela…não importando se era dia, noite, madrugada ou o que fosse.    Argh… não gosto nem de lembrar!  🙂

Vira-latas fofa

Vira-latas fofa

Se você tem mais alguma sugestão nesse tema dos animais, por favor me fale e eu deixo o post ainda mais completo.  Obrigada!  🙂

***

A série “Diferenças entre o Brasil e o Canadá”  começou em Julho de 2013 (por favor, participe mas não faça plágio). Se você quiser conhecer a lista de todas as diferenças já publicadas, clique aqui e de lá você terá links para cada uma delas.  Obrigada!

Você pode ainda compartilhar o post no Facebook. Basta clicar no botãozinho do Facebook que está aí embaixo… Obrigada!  🙂

Advertisements

About CeciliArchitect

World Traveler ~ Photographer ~ Social Media Specialist ~ Tourism Vancouver Certified Specialist ~ Independent Tour Manager and Events Coordinator ~ Blogger ~ Architect & Interior Designer (in my previous life)
This entry was posted in Posts em Português and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Canadá x Brasil – Mil Coisas #25

  1. Amo seus posts Cecília!! E a vida de arquiteta como está sendo no Canadá?

    Like

  2. Thiago says:

    O meu não é muito de latir, Cecilia, mas é desses q por vezes faz um escândalo quando vê outro cachorro. Penso muito em como será levar um cachorro grande p/o Canadá, mas nem passa pela minha cabeça se desfazer dele. Quando tivermos um plano certo, com certeza ele vai junto!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s