Está na hora de planejar as férias de esqui

Ainda é verão aqui no hemisfério norte, mas se você gostar de esquiar, seu planejamento deve começar o quanto antes. Assim você poderá escolher o hotel mais conveniente, poderá comprar as passages aéreas com antecedência e poderá tirar seu visto para entrada no Canadá com bastante calma.

Aconteceram casos este ano de passageiros que não puderam viajar porque a Casa da Moeda do Brasil teve problemas no fornecimento de papel para passaportes, e isso atrasou o trabalho da Polícia Federal, que chegou a demorar mais de trinta dias para entregar um passaporte que normalmente ficaria pronto em apenas seis dias úteis.

Ou seja… quanto antes começar o seu planejamento, melhor para você e sua família.

whistler - featured-1

Visto de Entrada: Sim, é preciso visto para entrar no Canadá. Vários clientes entram em contato com nossa agência dizendo que têm o visto americano,  e se esse visto serve para entrar no Canadá. Não serve. São países diferentes….  🙂

O visto canadense é fornecido pelo Consulado do Canadá em São Paulo.  Recomendamos que você procure um serviço de despachante autorizado em sua cidade e deixe o trabalho na mão de profissionais. Há vários formulários a serem preenchidos e comprovantes a serem anexados, e será mais prático se você tiver alguém experiente cuidando desse assunto para você. Caso não haja nenhuma exigência por parte do governo Canadense, o visto costuma sair em quatorze dias úteis.

Não acredite nos boatos que dizem que “brasileiro não precisa mais de visto para entrar no Canadá”. Precisa sim. E pelo que tenho escutado, não sei se essa lei mudará… pelo menos não vislumbro mudanças num horizonte próximo.

Viajando para o Canadá: Além do visto Canadense, recomendamos que você obtenha também o visto americano, caso não o tenha.  A razão? Você poderá “barganhar”  no momento de comprar as passagens aéreas.

Caso você não tenha o visto americano, só poderá voar para o Canadá pela Air Canada, pois a companhia oferece voos diretos do Brasil para o Canadá sem fazer escala nos Estados Unidos.  Ao passo que, se você tiver também o visto americano, poderá viajar nas empresas aéreas americanas, cujos voos fazem escala nos EUA antes de virem para o Canadá.

Esqui no Canadá:  O Canadá conta com estações de esqui tanto na costa leste como na costa oeste.

A maior e melhor  estação de esqui do Canadá está localizada na costa oeste, mais especificamente em Whistler.

Votada internacionalmente por todas as organizações e revistas ligadas ao esporte, como a “melhor estação de esqui da América do Norte”, a estação de esqui de Whistler não tem competidores. Quem gosta do melhor, escolhe Whistler como destino.

Distante apenas 100km de Vancouver, Whistler foi sede dos jogos olímpicos de inverno em fevereiro de 2010.

Whistler é uma vila muito charmosa, em estilo europeu, com dezenas de restaurantes, dois museus fantásticos, vários nightclubs e muitos programas para aqueles que preferem não se aventurar montanha abaixo.

Lil’Wat Cultural Centre (Museu destinado a apresentar a arte dos First Nation)

Museu Audain, inaugurado em 2016, é também um programa imperdível

Aqueles que preferem apenas caminhar na neve e curtir a sensação de um resort alpino sem necessariamente esquiarem, vão poder aproveitar dezenas de quilômetros de pistas muito bem cuidadas para caminhar, admirar a paisagem e respirar ar puro.

Caminhadas para os que querem apenas curtir o “clima” de uma estação de esqui sem necessariamente deslizarem montanha abaixo

Aprendizado: Há uma única escola de esqui, e é  excelente, não só para adultos como também para crianças.

Adultos podem ter aulas individuais ou em grupos _  os grupos são pequenos, normalmente máximo de quatro pessoas. O nivelamento para separação das turmas é feito pelos instrutores antes do início das aulas.

Kids-1

Crianças na aula de esqui, em Whistler

Iniciantes: Mesmo que você nunca tenha posto o pé num esqui ou numa prancha de snowboard, não se preocupe. Há uma parte da montanha com uma inclinação muito suave (quase plana rsrsrs) onde você poderá aprender os primeiros movimentos e levará os primeiros tombos (rsrsrs).  Por ser uma área de aprendizado, não há risco se você se sentir pressionado ou de levar um encontrão com algum “kamikaze” que venha esquiando a 200km/hora. É tudo muito tranquilo, feito de forma a você ir ganhando confiança aos pouquinhos. Até o lift (cadeirinha para subir) é bem lento e tem um percurso curto. Tudo feito para você ir treinando antes de ter que usar os lifts “de verdade”.  🙂

Intermediários e Experientes: Esses são os esquiadores que mais se beneficiam de Whistler  Blackcomb. As pistas intermediárias são muito longas e largas, ideais para você ir “cruising” com familiares e amigos.

As “pistas pretas” (um diamante preto) são “pretas mesmo”, significando que você tem que esquiar realmente muito bem, pois senão não conseguirá chegar inteiro lá embaixo.

As pistas “double black” devem ser terríveis (rsrsrs), eu nunca esquiei uma “double black” em Whistler, mas só de olhar me dá a sensação que elas deveriam ter “três diamantes pretos” quando comparadas com as de outros resorts…   🙂

Além de esqui alpino e snowboard, a região é excelente para a prática do cross country skiing e também para caminhadas com snowshoes.

O “fun park”, para os saltos e acrobacias (que o pessoal que usa a GoPro adora) é considerado o melhor na América do Norte.

Bumps-1

Para os apreciadores de esquiar bumps, há várias pistas ótimas

Área esquiável: São 8171 acres em duas montanhas  _ Whistler e Blackcomb, conectadas por uma gondola ligando os dois picos.

A região é toda inter-conectada pelo mesmo passe de esqui. A Peak to Peak Gondola, que faz a ligação entre Whistler e Blackcomb  é recorde mundial como mais longa (são 4.4km) e mais alta (415m)  gondola, onde o vão livre vencido entre dois postes que suportam os cabos é de 3km.

As gondolas são quase todas vermelhas, mas recomendo que você espere um pouquinho e pegue a gondola prateada. As gôndolas prateadas oferecem o bônus de um piso transparente (prexiglass). Você terá uma vista ainda mais espetacular olhando para o chão, vendo  os esquiadores e o Fitzsimmons Creek  lá embaixo.  Você vai se sentir como se fosse uma águia voando sobre as montanhas.

Peak to Peak Gondola

Gondola-10

Piso das gondolas prateadas é transparente.

 

Inverno ou Verão: Ao contrário de outros resorts de esqui localizados mundo a fora, a estação de esqui de Whistler oferece atrações durante o ano inteiro. No verão pode-se fazer caminhadas pela montanha, andar de bicicleta em trilhas pavimentadas e exclusivas para ciclistas, ou ainda fazer esportes radicais como paragliding, mountain biking, zip line, etc

Verão em Whistler

Whistler Village: Não são permitidos carros no centro da vila, e a maioria dos hotéis fica a apenas 2 a 10 minutos (`A PÉ!!!!)  da gondola.  Sabe aqueles ski-bus que a gente pega na Europa, em que não cabe lugar para uma pulga e você vai espremido ao lado de europeus fortes e altos e você se sente quase como se fosse uma paçoca? Esqueça!  Aqui em Whistler tudo o que vc tem a fazer é colocar as botas de esqui, caminhar por pouquíssimos metros, entrar na gondola e começar seu dia nas montanhas! Uhuuuuu…..

Village-10

A distância entre o hotel e os meios de elevação pode ser essa: Quase dois passos!

Os visitantes: Os visitantes de Whistler costumam vir de todas as partes do mundo. Há sempre um grande número de turistas australianos, facilmente identificados pela alegria tanto nas pistas como nos bares durante o après esqui. Turistas asiáticos  também são grandes fãs aqui de Whistler, seguidos por americanos e europeus.

Australia-10

A montanha fica sempre mais animada com os visitantes da Austrália

Os brasileiros estão aos poucos descobrindo Whistler. No passado as montanhas do Colorado eram a “opção número 1”  dos brasileiros, mas isso tem mudado porque cada brasileiro que vem aqui no Canadá adora, e no regresso conta a bela experiência para os amigos…  e no ano seguinte o número de brasileiros visitando a nossa região cresce ainda mais! Tem sido um crescimento constante, ano a ano.

Moeda:dólar canadense, mais barato 30% do que o dólar americano torna as nossas montanhas ainda mais atrativas.

Quanto tempo ficar: Fique o máximo de tempo que puder. Para esquiar as pistas de Whistler Blackcomb você vai necessitar de pelo menos três dias inteiros. Sim, como falei acima, a região é muito grande.

Se o seu objetivo é apenas conhecer, é possível ir pela manhã (à partir de Vancouver) e voltar no final da tarde.

Contacte-nos e podemos organizar um maravilhoso dia em Whistler para você e sua família, parando no caminho na Shannon Falls, uma cachoeira que é bonita demais e vale a pena conhecer.  Dependendo ainda de seus interesses,  podemos  mostrar a vila de Squamish e o estádio olímpico, localizados alguns quilômetros antes da Vila de Whistler.

A montanha é muito grande. São necessários alguns dias para conhecer todas as pistas

Como Chegar: Podemos organizar seu transfer diretamente do Aeroporto Internacional de Vancouver para Whistler.  Em menos de duas horas e meia (partindo do aeroporto) você estará nessa montanha que parece cenário de cartão postal.

Se partir de algum hotel no centro de Vancouver, serão apenas duas horas de viagem à bordo de um dos nossos confortáveis veículos.

Onde Ficar: Há hotéis para todos os orçamentos _ dos quatro estrelas onde o hóspede conta com vallet e aquecimento de botas de esqui enquanto não estão em uso, passando por hotéis de três e duas estrelas, e até mesmo a opção de acomodação em hostel.

Independentemente do seu orçamento, sempre haverá uma opção. Lembre-se entretanto que as reservas devem ser feitas com bastante antecedência.

A nossa agência não faz reservas de hotéis mas nós podemos ajudar você no planejamento.  Por uma taxa muito pequena, você nos diz qual a sua preferência em relação ao tipo de acomodação e nós vamos preparar algumas sugestões para você, mencionando os prós e contras de cada uma delas.

Preparamos todo o seu roteiro desde o momento em que você sai do Brasil até o momento em que volta para casa com muitas lembranças e fotos da viagem.

Você sempre ficará responsável por fazer as reservas diretamente com o hotel, ou com os websites que oferecem esse serviço como Expedia, Booking.com, Kayak, etc o que garantirá sempre maior flexibilidade e a certeza de que não estará pagando nem um centavo à mais pela sua viagem. 🙂

eu-10

A melhor forma de conhecer Whistler é com a Vancouver by Locals. Somos especialistas nessa montanha maravilhosa.

Quer nos mostrar as suas aventuras em Whistler? Coloque suas fotos no Instagram usando #Whistler e #VancouverByLocals

Se tiver amigos que gostem de esquiar, fique à vontade para compartilhar este post no Facebook.

Obrigada e uma boa viagem à todos! 🙂

Advertisements

About CeciliArchitect

World Traveler ~ Photographer ~ Social Media Specialist ~ Tourism Vancouver Certified Specialist ~ Independent Tour Manager and Events Coordinator ~ Blogger ~ Architect & Interior Designer (in my previous life)
This entry was posted in Blog, British Columbia, Canada, North America, Travel, Whistler and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s